Por que o vidro explode?



Fala, galera nerd! Este é o primeiro de alguns posts que vou fazer utilizando apenas minha mão esquerda. Não! Não é nenhum teste de habilidade não. Eu nem ao menos sou canhoto! Aconteceu que, ontem, enquanto eu me preparava para tomar um gostoso banho, o vidro do box explodiu na minha mão.


Tive que sair às pressas (e sem banho) para a Unidade de Pronto Atendimento de minha cidade com a mão enrolada em uma toalha que era branca. Era.


Não gosto nem de pensar em como estava a mão embaixo do pano. Tudo o que vou compartilhar com vocês é que levei oito pontos.


O ocorrido me deixou muito intrigado, além de machucado. Como, sem impacto algum, um vidro simplesmente explode? Com esta pergunta em mente, resolvi perguntar ao oráculo da internet.


Encontrei algumas possibilidades bem interessantes, as quais compartilho com vocês aqui.

Choque térmico

Um corpo frio que passa bruscamente a uma temperatura quente ou vice-versa sofre choque térmico. Isso pode fazer com que um vidro sinta uma vontade irresistível de se autodestruir.

Acomodação do edifício

É fato que a terra está sempre em movimento, mesmo que um movimento tão lento que só seja perceptível através de vários anos. Isso faz com que as edificações construídas sobre o solo tenham que se acomodar, em função da gravidade. Se a construção é boa, leva muito tempo para acontecer qualquer coisa. Se a construção é ruim, começam a aparecer rachaduras logo nos primeiros anos. Uma hora ou outra, o vidro que for influenciado continuamente pela acomodação do edifício tende a rachar.

Pressão excessiva

Qualquer objeto físico está sujeito à pressão. Em lugares mais próximos ao nível do mar, a pressão é maior. Em lugares mais distantes, a pressão é menor. Se, em determinado momento, a pressão se tornar grande a ponto de afetar significativamente as moléculas do vidro, acontece o fenômeno da quebra espontânea e é aqui que mora o perigo: Vidro laminado (vidro comum) tende a trincar. Vidro temperado (blindex, duralex) tende a explodir.

Finalizando

É claro que devem existir vários outros motivos para que um vidro pense "vou explodir", mas estes são os principais (e os mais citados no Google). Espero que este post tenha servido para informar, pelo menos um pouco. Não foi muito divertido digitar com uma mão só, por isso, peço que me perdoem pela falta de palavras e pelos possíveis erros de digitação. Sabe de mais algum motivo pelo qual um vidro possa explodir? Não deixe de comentar!

______________________________________________________
Gostou deste post? Acesse o blog do colaborador: http://nerdicesaparte.blogspot.com

Estamos criando um mídia kit e precisamos de algumas estatísticas. Será de grande ajuda se puderem responder algumas perguntas. Não vai demorar nada. Clique no link para responder a pesquisa: Link

Sugestões, reclamações, Quer ser colaborador? Clique aqui.

Gostou do nosso blog, assine nosso Feed no Google Reader:Add to Google ______________________________________________________

Thiago Pires

Comente e compartilhe