1. Direto da creepypasta: A incrível história de Joyce Vincent

    Cintia

    "Ph'nglui mglw'nafh Cthulhu R'lyeh wgah'nagl fhtag".
    Hello, nerds! A primeira coisa que devo contar ao começar esse post é que sempre fui fascinada por histórias de terror e o surgimento/popularização de creepypastas é o fenômeno mais legal desse universo desde as publicações das histórias de Lovecraft. O que eu acho mais legal nas creepypastas é que, mesmo sendo assustadoras, elas podem realmente ter acontecido. Hoje eu vim falar de uma dessas creepypastas... Aliás, ela realmente aconteceu, mas é tãããão creepy que mal dá pra acreditar. Joyce Carol Vincent (1965 - 2003). image Joyce Vincent era uma britânica normal. Estudou, trabalhou, fez amigos e desapareceu... Mas ninguém havia notado seu desaparecimento até que seu corpo fosse encontrado em seu apartamento... 3 anos depois dela ter morrido! Sua morte só foi descoberta após policiais arrombarem seu apartamento com uma ordem de despejo pois seu aluguel estava atrasado. Eles encontraram o cadáver da moça em estado tão avançado de decomposição que foi preciso fazer exame da arcada dentária para identificá-la. Curiosamente sua TV ainda estava ligada... Há 3 anos! Em 2006, ao saber dessa história trágica (e totalmente creepy) através de uma matéria de jornal, a cineasta Carol Morley achou que deveria fazer algo por aquela total desconhecida. A vida de uma mulher não podia acabar assim. Joyce não poderia ser esquecida da forma que foi. Carol se lança numa busca insana por pessoas que conheciam Joyce, amigos, parentes, ex-namorados, etc. Ela publica anúncios e espera pela resposta de pessoas que conhecessem Joyce. E ela recebe essas respostas. Carol começa a entrevistar as pessoas e, aos poucos, ela vai descobrindo Joyce, uma garota incrível e que todos gostavam. Carol começa a gravar seu documentário Dreams of a Life mesclando depoimentos dos amigos e cenas de como era a vida de Joyce (interpretada por Zawe Ashton, que já atuou em um episódio de Doctor Who! ?). Ao longo do documentário vamos entendendo a vida "reclusa" de Joyce: Não tinha amigos muito próximos e nem contato com a família. Seus amigos não conseguiam acreditar que ela havia morrido, e acreditavam menos ainda que fazia 3 anos! Começam a surgir indícios de que ela sofria abuso físico e psicológico, por isso a quase reclusão. Joyce morava em um abrigo para vítimas de abusos mas ninguém a conhecia no local. Algo que se repete durante os depoimentos dos amigos entrevistados é que eles acreditavam que Joyce havia se mudado ou conseguido algo melhor, por isso havia cortado laços com o passado. Não se sabe exatamente o que matou Joyce, mas acredita-se que foi um ataque de asma. Ela andava um pouco adoentada na época em que desapareceu, mas ninguém pareceu se importar com ela. O filme acaba com mais dúvidas que certezas, mas mostra que Joyce foi uma mulher de verdade. Ela conheceu Nelson Mandela, Stevie Wonder, se aventurou pelo mundo da música e, de uma hora pra outra, desapareceu sem deixar ninguém preocupado.
    " width="600" height="338" frameborder="0" allowfullscreen="allowfullscreen">
    Em Novembro de 2014 o lindo/maravilhoso/perfeito/genial/casa-comigo Steven Wilson (músico inglês, integrante do Porcupine Tree e mais uma penca de bandas legais), anuncia que seu próximo álbum se chamará Hand. Cannot. Erase. e será diferente dos anteriores, o conceito dele foi baseado em Joyce e conta a história de uma mulher que vai se isolando do mundo até desaparecer por completo. Em entrevista, Steven anunciou que a ideia surgiu após assistir o documentário de Carol. image Para dar apoio ao álbum, foi lançado um site contando a história fictícia da personagem. O site é uma espécie de blog onde é possível notar que, aos poucos, ela vai se distanciando das pessoas e do mundo ao redor. image Pra quem se interessou pela história de Joyce, é possível assistir o documentário online em alguns sites. Eu encontrei o filme nesse aqui. O Hand. Cannot. Erase. já está à venda mas também é possível ouvir algumas músicas online e assistir ao primeiro clipe lançado.

    Comente e compartilhe