1. Biblioteca Nerd: FIC de Anne Jamison

    Mirela Paes

    A louca do azul, escritora, blogueira, feminista e nerd com muito orgulho. As vezes deixa que seu lado trevoso fale mais alto, mas não larga seus pôneis de crinas ...

    Sinopse:

    "Imagine Kirk e Spock, da série Jornada nas Estrelas, vivendo um tórrido caso amoroso; ou o amor entre a humana Bella e o vampiro Edward, de Crepúsculo, chegando às últimas consequências físicas e emocionais. Essas histórias não foram escritas por seus criadores, mas estão ao alcance dos leitores por meio das fanfictions: narrativas criadas por fãs a partir de histórias e personagens consagrados. PhD em Literatura Comparada pela Universidade de Princeton, Anne Jamison mostra, neste lançamento do selo de ideias e debates Anfiteatro, as origens da fanfiction, que datam do final do século XIX, com histórias sobre Sherlock Holmes, faz uma análise da evolução desse fenômeno a partir de obras da literatura e da cultura pop, e explica como a fanfiction ampliou os limites da ideia de produção cultural ao romper o paradigma de que as histórias e os personagens são propriedade exclusiva de seus autores."

    Sou fanfiqueira com orgulho! Orgulho mesmo. Hoje em dia, ser fanfiqueiro não é mais um tabu. As pessoas não escondem mais isso. E cara, como isso é bom!

    E sou fanfiqueira daquelas que adora provocar as pessoas com a seguinte pergunta: "Fanfic é literatura?" Pronto, agora você pode nos responder nos comentários.

    Amo ler e durante muitos anos me dediquei a escrever fanfics. Elas foram muito importantes para mim. Tanto como um laboratório de escrita como a forma da qual fiz grandes amigas, conheci incríveis autoras e - me arrepio toda - conquistei minhas primeiras leitoras.

    Hoje em dia já escrevo minhas histórias, 100% minhas, e sou feliz com uma profissão da qual muito desejei e me neguei por medo. Sou escritora.

    Algumas pessoas olham feio para autores que começaram sua carreira como fanfiqueiros. Entre alguns famosos? Meg Cabot, Cassandra Clare, Kass Morgan... entre tantos outros. Ou seja, fanfictions, ou ficção criada por fãs, são mais comuns que muita gente imagina.

    Em FIC teremos uma visão acadêmica das fanfics. Acho importante começar falando isso, pois quando comentei que estava lendo - e amando - lá no meu Instagram @mirelapaes, algumas pessoas achavam que seria uma leitura mais simples ou até mesmo uma obra de ficção.

    Anne Jamison desmistifica, destrincha, coloca os holofotes nos fandons que mais produzem fanfics, entrevista, faz estudos de caso... É um livro super completo para quem quer entender o apelo das fanfics ou para quem é fanfiqueiro e quer entender a fundo esse mercado. Sim, mercado.
    Me senti bem representada, e também me diverti bastante com o trabalho de pesquisa desenvolvido pela autora.

    Agora se você não sabe nada sobre fanfic, talvez o livro seja um mergulho muito intenso, logo de primeira, afinal não deixa de ser um trabalho que não só estuda, mas contempla fãs e sua intensidade.

    A edição da Editora Rocco, por sinal, está super de parabéns. A tradução está bem bacana!

    XoXo

    Ah, não se esqueça de se inscrever no nosso canal no YouTube!

    Comente e compartilhe